Uma carta de Eduardo Veiga à FPAK

Apresentamos aqui, na íntegra, uma carta que Eduardo Veiga, um piloto que ostenta três título de Campeão Nacional, escreveu à FPAK. Vale a pena ser lida.

 

 

 

"Fui no passado fim de semana alertado para uma alteração dos regulamentos dos Campeonatos Regionais de Ralis, já após a realização da primeira prova do Campeonato de Ralis Norte, que se traduz na impossibilidade de pontuação para o campeonato absoluto das viaturas de grupo X.
Além de pensar ser pouco ético alterar regras quando os campeonatos já tiveram inicio, questiono-me sobre os verdadeiros fundamentos para que tal mudança fosse operada. Será que algum "grande campeão" que tinha programado ganhar as corridas todas se apercebeu que tal poderia não acontecer e, à cautela e com as influências que possivelmente consegue mover decidiu "aconselhar"o legislador na alteração?
A minha questão prende-se com o facto de os carros de grupo X não poderem pontuar no Nacional, não poderem pontuar nos Regionais...afinal correm num Campeonato em que, à partida estão impedidos de serem campeões!! Será por não terem homologação? Só a titulo de curiosidade, não haverá no Nacional situações idênticas? Qual a homologação do Porsche que apareceu em Guimarães para pontuar no Nacional?
Nada me instiga contra os outros carros, apenas gostaria que as leis fossem (como devem ser por definição) gerais e abstratas. Fica a ideia de que por vezes são feitas com um fito específico. O que pensarão os sponsors quando se aperceberem que apoiam um carro que não pode ser campeão de nada? E o público que vê carros que aprecia, que ganham corridas mas depois não podem ser campeões? Será que esta é uma forma de trazermos carros para as corridas, ou estamos a "forçá-los" a ficar na garagem, ou pior, estamos a fomentar as provas "piratas" ?
Um desabafo de quem gostaria de ver muitos carros à partida das provas mas que se apercebe de que certas leis os mantém na garagem, com beneficio de outros.

Com os meus melhores cumprimentos

Eduardo Veiga